terça-feira, 22 de maio de 2012

Intratável

Sei ser intratável. Pior. Sei ser muito mais intratável do que é possível imaginarem-me como intratável. Operam este milagre as pessoas que me ligam para anunciar créditos, aspiradores,  cadeiras de massagens, esfregonas que limpam sozinhas e raladores que levam os legumes para a mesa e os metem na boca das crianças com birra. É. Estas pessoas têm a ingrata tarefa de terem de lidar comigo. E eu não lhes gabo ou invejo a sorte. Que é má. Péssima, até. Acabo de ser muito intratável com uma menina que falava a correr e sem respirar entre as palavras ou sequer entre as frases. Mas estava a pedi-las. Liguei para activar um mísero cartão de débito. Concedo, compreensivelmente, tive de lhe dar todos os meus dados pessoais, com rara fortuna tendo apenas conseguido furtar-me a revelar-lhe a copa de soutien e o padrão das cuecas. Mas depois achou que podia passar o resto da tarde, sob o pretexto de aguardarmos a activação, a falar-me de contas e spreads e juros e cenas. Bem achou ela, bem se enganou, digo-vos eu. Saltou-me a tampa e perguntei-lhe se a esfrega estava para demorar ou se já podíamos ir ambas as duas fazer coisas úteis pela nossa vida. Emudeceu. Confirmou a activação. Disse obrigada e desliguei. Sou uma cabra, eu sei. Têm de ganhar a vida. Mas cansam-me a beleza.

5 comentários:

  1. Há dias em que apetece tratar mal as pessoas que nos querem vender o mundo e o fundo, como te entendo! Uma vez ligaram-me a querer impingir um cartão de crédito! Kelle Maria, educada desde pequenina a gastar consoante as posses, sai-se com esta de forma muito airosa "Agradeço muito a sua oferta mas a minha mãe sempre me ensinou a não gastar aquilo que não tenho". A senhora riu-se do outro lado, dissemos boa tarde e adeus! :)

    ResponderEliminar
  2. Mas as tuas cuecas lá são adornadas com algum padrão? :-))) Vá lá ri um bocadinho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta coisa de achares que até sabes como é que são as minhas cuecas tem de acabar, minha menina. E sim, espanta-te, agora, às vezes, têm padrão: riscas ou bolinhas. Cansei-me da alvura monocromática :p

      Eliminar
  3. És terrivel, pá. Ela não te queria vender nada. Estava só a fazer-te companhia com a conversa dos spreads, porque a grafonola com a música ambiente estava estragada. Convencida!!! :p

    ResponderEliminar