terça-feira, 13 de março de 2012

O desafio


Foi a Maria, do Elementar, quem propôs o desafio. Não sou dada a estas coisas, mas gosto muito da Maria para lhe negar um pedido só porque sim. Vai daí, decidi responder.


As regras são:

a) Escrever 11 factos aleatórios sobre mim;
b) Responder às perguntas que me foram propostas;
c) Fazer 11 perguntas para as próximas pessoas;
d) Escolher as próximas vítimas; 


a) Escrever 11 factos aleatórios sobre mim:
1- Tenho 30 anos.
2- Adoro, na grande maioria dos dias, o que faço.
3- Gosto muito de preto e de branco.
4- Tenho um dialecto próprio, que inclui palavras como minuin (pessoa pequenina).
5- Tenho um irmão que é muito preferido e adorado.
6- Detesto "válidos". (Tenho um post sobre isto, mas não o encontro!)
7- As minhas flores preferidas são amores-perfeitos e túlipas brancas.
8- Detesto sopa fria.
9- Gosto muito da vista da minha varanda.
10- Sou solteira.
11- Tenho muita dificuldade em dizer "não".

Mais, aquiaqui, aqui, aqui, aquiaquiaqui e aqui.

b) As perguntas que a Maria me fez:
1- Se jogasses numa aposta de 6 euros em euromilhões com outras 2 pessoas, sendo que, por só teres 1.80€, esse tivesse sido o montante que deste, e saísse o 1.º lugar (chave aleatória de máquina), como dividias o prémio?
Nunca tal coisa me passou pela cabeça. Acho difícil ter ficado a dever os 0,20 €. Um vez desmaiei no Bairro Norton de Matos, levaram-me a medir a tensão numa farmácia e eu não tinha a moeda que era precisa para a máquina; o dono insistiu que não havia problema nenhum e lá me mediram a tensão. No dia seguinte, apanhei um autocarro da faculdade, no fim das aulas, e fui levar 0,50 € ao senhor. Outra vez, estava na praia para passar o ano com amigos e fiz 30km até casa da minha costureira porque me lembrei que lhe tinha ficado a dever 2,00 € de uma baínha. Sigo o lema de que as boas contas sempre fizeram os bons amigos. De todo o modo, se acontecesse, provavelmente, trataria isso com as pessoas envolvidas e, no limite, usaria a velhinha regra de três simples :)

2- Doavas um rim a alguém?
Sem hesitar: ao meu irmão e aos meus pais. Muito provavelmente: a algumas outras pessoas da família do sangue e da do coração. Ainda não tenho filhos e, se já me cruzei com ele, ainda não reconheci o homem da minha vida e é só por isso que não entram estas pessoas na enumeração isenta de hesitações.

3- Já mentiste descaradamente a alguém para encobrir algo?
Já. Mas foram mentiras que não fizeram ninguém mais infeliz e a mim me deram uns momentos de adrenalina bem bons :) 

4- Se te fosse concedido o poder mental de matar alguém, só uma pessoa, quem escolhias?
Tenho um orgulho desmedido em ter nascido num dos primeiros países do Mundo a dar o passo em frente na humanidade quando aboliu a pena de morte, em 1867. Não matava ninguém. Não odeio ninguém.

5- Se pudesses ser outra coisa, que não a profissão que praticas/estudaste, serias?
Jornalista, assistente social, professora de português, ...

6- Acreditas em coisas sobrenaturais?
Tem dias.

7- Dos vários enigmas que existem por desvendar, qual gostarias de descobrir?
Durante muito tempo, sonhei encontrar uma maneira de evitar o fim da vida. Depois li o livro "As intermitências da Morte", do José Saramago, e fiquei baralhada.

8- Se pudesses perguntar a alguém na história, alguma coisa, o que perguntarias e a quem?
Perguntaria a algum Espartano se deitavam mesmo fora bebés, atirando-os em abismos. É uma imagem que me aflige desde o 7.º ano.

9- Gostas mesmo de todos os blogues que segues?
Gosto. Quando deixo de gostar, deixo de seguir (simples, assim :)).

10- Já roubaste algo?
Que me lembre, não. (Depois de ler as respostas da Kelle, lembrei-me: quem nunca roubou marmelos?!)

11- Já tiveste alguma proposta indecente no contexto laboral? (Assédio).
Há um determinado mundo em que, forçosamente, tenho de mover-me, em que é muito difícil isso não acontecer.


c/d) Fazer 11 perguntas para as próximas pessoas e escolher as próximas vítimas;
O desafio fica aqui para quem o quiser apanhar. Podem levar para o blog e responder lá, podem responder aqui em comentário, podem falar de outras coisas que não estão nas perguntas e podem não fazer nada disso. Amigos na mesma, sim?!

2 comentários:

  1. OOhhh dear R.! Muito obrigada pelas respostas! (Sei que às vezes não gostamos de falar acerca de nós, eu muitas vezes salto desafios...por isso ia achar normal quem não quisesse responder!) Mesmo assim as respostas estão giras, gostei. ps: Eu gostava muito de saber para onde foi e o que foi fazer o D. Sebastião. ...e o Elvis pronto. Um beijinho e booom diiiia

    ResponderEliminar