segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Meu estado de sítio

Dói-me o corpo todinho. Desde a ponta do pé à ponta dos cabelos. As mãos, os joelhos, os ombros, a cabeça, os ouvidos, as costas... tudo. Tenho muuuiiito frio. Por hoje, já acabou. Agora devia por-me a trabalhar em casa, mas não consigo. Preciso de chá a ferver, de um banho quente e de uma botija de água a escaldar... e mantas... e sofá. E mimo.

14 comentários:

  1. O Mimo é ali na rua da Saragoça e está aberto até à meia-noite :P

    ResponderEliminar
  2. Tem tanta piadinha, o rapaz!

    Não era desse que eu estava a falar. Duh...

    :P

    ResponderEliminar
  3. Acho que nos podiamos juntar muitas vezes nas nossas lamúrias! Também chego muitas vezes ao fim do dia com vontade de atirar uma enchurrada de palavras sobre o cansaço, sobre o tanto que ainda vou ter que fazer, sobre o que queria, mas não posso fazer. Mas ando a auto-instruir-me para ignorar os meus sinais menos positivos! Ou então dar-lhes a volta, mimando-me a mim própria como tu vais fazer :)

    ResponderEliminar
  4. Mary Jane,
    quem me conhece sabe que eu até nem me queixo muito de trabalhar quando chego a casa. É o preço a pagar pela profissão que tenho. Também tem coisas muito boas e acho que não me sentiria completamente realizada com empregos das nove às cinco. Mas doente torna-se impossível ver lados positivos nisso ;) E esta gripe deitou-me completamente abaixo...
    Beijinhos e volta sempre :)

    ResponderEliminar
  5. Ai não era daquele mimo? Mas há outro? ;)
    A propósito dos 9-to-5 jobs, deixo-te aqui um link que se adequa a mim, quem sabe algumas coisas tb a ti:
    http://www.techrepublic.com/blog/10things/10-signs-that-you-arent-cut-out-for-it/3072?tag=nl.e101
    As melhoras

    ResponderEliminar
  6. PT,
    há uns anos, quando vi que a minha vida talvez fosse passar por aqui, curiosamente e por acaso, li um livro chamado "O movimento slow". Estou atenta a todos os sinais, mas, como em tudo na vida, acho que as coisas não são preto ou branco. Há dias em que maldigo a sina, mas depois lembro-me de outras coisas e outros dias e logo me passa ;)
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  7. Eu por acaso também ando à procura dum trabalho em que todos os dias sejam espetaculares, o chamado emprego, mas sempre que digo isso a alguém, riem-se na minha cara. Há malta do catano.

    PS: O chá foi de quê? (para conhecimento futuro)

    ResponderEliminar
  8. Romã!
    Mas adoro chá, portanto, podia ter sido de qualquer outra coisa.

    ResponderEliminar
  9. Adora chá, quer mimos e escreve textos com palavras como jolie metidas lá no meio, está confirmado, é gaija mesmo lol

    ResponderEliminar
  10. As melhoras, meus kikis :)

    Como é que a nossa E. vai ter o seu chazinho de despedida com todos nós assim de molho?!

    Dou-vos guarida cá em casa para uma conversinha e um chazinho, mas não prometo biscoitos homemade (há ali uns bons na despensa, portanto, enfim, não me sinto tão fraca anfitriã). Não há o perigo de nos contagiarmos, uma vez que estamos todos doentes. Quando muito, podemos pensar em ser um "chá do pijama e da mantinha polar" :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar