quarta-feira, 9 de abril de 2014

É a vida de uma pessoa com miopia

Há uma semana parti um apoio do nariz dos óculos. Achei que era dessa ou nunca e, no fim da consulta para ver se tinha de mudar também as lentes, decidi que ia experimentar andar sem óculos e que queria mesmo experimentar lentes de contacto (uso óculos desde os cinco anos... nunca na vida tinha experimentado lentes...). Ontem era dia de ir experimentar as lentes. Talvez por isso, ou porque uma bruxa me tenha visto, parti também uma haste dos óculos. Acabei o que estava a fazer, com um ar de quem precisa de tomar uns comprimidos porque estava escuro e me mantinha de óculos de sol, e corri para a óptica. Tinha uma hora certinha para arranjar alguma coisa que me focasse a vida, ou pelo menos, o quadro e o código penal, porque ia dar aula. Chegada ao destino, percebo que não terei óculos, nem mal amanhados que fossem, presos com fita cola ou o raio, durante uns dias. Demoro-me uma boa hora e tal a conseguir enfiar as lentes de contacto nos olhos, mas lá me ajeito... e recebo com agrado infantil e inconsequente no que toca à organização financeira, a notícia de que tenho mesmo de usar óculos de sol na rua. Ora os meus óculos de sol eram graduados. Lindos, mas graduados, o que era capaz de me pôr a ver a dobrar mesmo sem beber. Como nunca até ontem, tomei a decisão de comprar uma coisa tão importante como uns óculos, experimentei-os e paguei-os, tudo em menos de cinco minutos. Podia ter corrido mal, mas, até ver, as opiniões são fofinhas. Tudo muito lindo e mimimi, mas à noite já carecia de descansar as vistas e socorri-me dos antigos parceiros de visão que, muito embora não estejam muito actualizados, davam para o gasto. Dormi. Hoje de manhã, tendo-me levantado de madrugada, percebo cedo que tenho de fazer opções: ou seco o cabelo e pinto as unhas, ou continuo a tentar pôr as lentes. Achei que era lindo vir em bom, mas que era arriscado não ver os carros, nem os postes, portanto vim de cabeleira lambida e unhas sem cor, mas as putas das lentes nos olhos. Trinta e quatro minutos depois de ter tomado a decisão que acima expus. Trinta e quatro. Mais de meia hora, portanto. Enquanto limpo os óculos velhinhos mas salvadores, à pressa e cheia de esperança na sua valia se as lentes dessem em picar-me os olhos, parto-lhe também uma haste. É uma alegria. Quem me quer falar e não está a conseguir, mande mail que eu respondo. A sério. Está a custar-me pensar na ideia de partir mais alguma coisa. Ainda mais agora, que, em processo de adaptação à tigela que ponho nos olhos, não é raro ver as cenas meias desfocadas. Muito grata, sim?!

9 comentários:

  1. Eu também uso óculos desde os cinco anos e recentemente decidi usar lentes de contacto, percebo o teu drama :P ao início fazia-me imensa confusão e nada me deixava mais feliz que chegar a casa e colocar os meus velhinhos e ansiados óculos. Mas como sou teimosa, lá consegui fazer uma transição mais ou menos calma... mas passado dois meses ainda sinto saudades do momento em que chego a casa para descansar a porra da vista!

    ResponderEliminar
  2. E depois ainda tens de levar com pó na FDUC! Sorry! Prometemos ser breves ... so I hope!

    beijo doce

    ResponderEliminar
  3. para conseguires colocar as lentes, tens de tratar o olho por " tu".

    erva doce

    ResponderEliminar
  4. E como vão as lentes? Nunca tevi sem óculos, quero ver 😊😉

    ResponderEliminar
  5. R., uso óculos desde os 5 anos, tb! Tenho 20 dioptrias no olho direito e 5 no esquerdo (como isto é impossível em óculos e pq o dto n tem acuidade visual lá me vou safando com 7 no olho dto). Comecei a usar lentes em outubro de 2012. Casei em 2002 de óculos (nunca ninguém tinha visto uma noiva de óculos...). Ia começar a usar lentes mais cedo, mas eis que em 2007 a minha filha, então com 2 anos, começa a usar óculos (11 dioptrias olho dto, zero no esquerdo...) - tapa e destapa o olho para ganhar acuidade visual, e em 2010 a rapariga, com 5 anos começa a usar lente no olho dto... na 1ª semana demorava 20 min a pô-la, agora são 10 segundos, se tanto... e com isso aprendi a pôr a mim! (confesso q nunca tive muita dificuldade em colocar o meu dedo dentro de um dos meus olhos, mas com uma lente... não acho difícil, mas vá lá tenho prática).
    Como costumo dizer, se a minha filha começou a usar aos 5 anos, toda a gente consegue, e pouco depois já era ela que as tirava (ainda hj fica toda a gente admirada quando a vê tirá-las), colocá-las ainda não faz, mas n deve estar longe, e de qualquer modo só tem 9 anos...
    Paciência e treino!
    Alexandra

    ResponderEliminar
  6. Disseste mesmo a palavra "puta"???????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nããããooooooooooo... estás a precisar de lentes de contacto!

      Eliminar