sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Purah

Prometi vir cá falar disto e venho. Fiz o alisamento biológico Purah. Procurei muito, pesquisei mais ainda, falei com meio mundo, estudei variadíssimas opções e escolhi este. Até agora, sou uma pequena R. feliz com a escolha. Passei uma manhã a levar um banho de salão, mas acredito que isto vá compensar. Já voltei a lavar o cabelo e é verdade: basta usar o secador, com calor, para o secar, que ele fica lisinho, lisinho. Uma pessoa com o cabelo arranjadinho parece logo outra e eu, a bem dizer, nem sempre tenho tempo ou paciência para me demorar em atenções com o meu. É certo que se o lavar todos os dias, lhe der cinco minutos de difusor e a seguir me dedicar a moldá-lo com espuma, fica com uns caracóis bonitos e mimimi. O problema é que sou bem filhinha de mãe e, portanto, lavo o cabelo e deixo-o secar ao ar, durmo de cabelo molhado, passo a vida a atá-lo e outras atrocidades que condenam qualquer tentativa de ter uma juba decente se não estiver esticada. Não há nada mais prático que uma pessoa acordar de manhã e estar praticamente penteada. Poupa tempo e preocupações. Foi isso que quis poupar quando me decidi a gastar um valor considerável e cinco horas da minha vida a fazer um alisamento. O alisamento biológico que fiz não tem formol, naturalmente, e deixa o cabelo com um aspecto muito natural, sem aquele ar de chinesa banhada em azeite de algumas escovas que por aí andam. Permite continuar a tratar o cabelo como sempre. Ontem fui cortar, porque ainda não o tinha feito depois da estopada de sol que levou no Verão e que deixa as pontas todas estragadas, e está perfeito. Está muito suave e cheiroso, absolutamente hidratado sem ser oleoso, porque o alisamento e os produtos cujo uso é recomendado a seguir são à base de queratina. Podemos pintar (eu não pinto, mas quem pinta pode continuar), podemos fazer madeixas (eu não faço, mas quem faz pode continuar), podemos cortar, escadear, fazer o que nos der na realíssima gana. Pelas minha contas, se o alisamento durar dois meses, já me compensa em termos de custos e de tempo. A cabeleireira afirma que vai durar bem mais. A ver vamos... A maior vantagem deste alisamento, porém, é o facto de não alterar irremediavelmente a estrutura do cabelo, o que significa que, com o tempo, o fio vai ganhando a sua forma inicial. Se um dia me cansar de andar penteada, muito certamente o meu cabelo já estará como era até aqui - encaracoladinho e difícil de ajeitar. E é isto. Estou fã.

10 comentários:

  1. Isso parece-me tudo muito bonito e tal mas quero saber como funciona ao nível do orçamento :D Esse tratamento maravilhoso é coisa para se dar por quantos €€?

    ResponderEliminar
  2. A Conchita adorou ler este post....

    ResponderEliminar
  3. Na Madeira, paguei €80,00. :) Passados dois meses, basta secador.
    No entanto o que lamento é que o cabelo perde o volume. E eu gosto de volume.
    De resto, 4*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em que cabeleireiro na Madeira?

      Eliminar
  4. Eu já fiz o alisamento vai fazer em Maio 1 ano e ainda está meio liso, assim que puder quero ir fazer outra vez, o meu cabelo fica com um aspecto muito mais saudável e não dà trabalho nenhum depois!! Amei e aconselho, o único senão é mesmo o preço. ..mas acho que analisando bem compensa!!!

    ResponderEliminar
  5. Estou a tentar libertar o cabelo da escova progressiva( com formol). Onde exactamente se pode fazer em coimbra?
    Muito obrigada

    ResponderEliminar