quarta-feira, 4 de abril de 2012

Tic tac... alguém me auxilie!



Digam-me, por favor, que eu não sou a única pessoa a ter ataques de ansiedade quando vê roupas de praia para crianças. Também se me acelera o ritmo cardíaco quando vejo vestidos e sapatos e camisas ao xadrez em miniatura, mas com a roupa de praia começo efectivamente a bater muito mal. Os calções de banho para eles, iguais aos dos pais, são uma coisa apetecível, que são. Para mim, dizerem-me que o pai dos meus filhos andará com os calções de banho iguais aos dos putos é coisa para me levar às lágrimas de tão jolie que me parece. Mas nada supera as cuecas de banho delas, todas cheias de folhos que hão-de ganhar movimentos foffis quando se puserem a andar ainda a medo na areia que faz cócegas e ainda com fralda a compor-lhes os rabiosques. Basicamente, o que me acontece é parar em frente as estes produtos nas lojas e ficar uns minutos a contemplá-los, como se o resto do mundo se suspendesse enquanto eu faço o filme. Sou uma pessoa que se esforça por controlar alguns impulsos, mas garanto-vos que sofro um bocadinho por não trazer aquilo tudo para casa à espera de melhores dias. Ai, meninos, Deus permita que venham a ter um pai orientado com as contas, ou seremos uma família tão descompensadinha nas compras!!!

3 comentários:

  1. Relógio biológico a funcionar?? lol

    ResponderEliminar
  2. Não é a única. Eu também me perco por esses escassos cm de roupa. Há coisas lindíssimas! Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar